segunda-feira, novembro 19, 2007

Beowulf: o filme (e a BD)


Este fim-de-semana fui ver Beowulf em versão 3D. Um pouco à espera do que se passaria a nível de adaptação de enredo (por parte de Neil Gaiman e Roger Avary) não posso deixar de referir que fiquei surpreendido positivamente em relação ao tratamento gráfico que o filme sofreu. Realizado por Robert Zemeckis, Beowulf utiliza motion capture, técnica digital que se baseia na movimentação dos actores para conseguir reproduzir as acções dos mesmos, como se estes parecessem saídos de um vídeo jogo. Ao entrar na sala bastou-me colocar as "cangalhas" e apreciar esta maravilha digital. O 3D é sempre uma experiência interessante, pois são raros os filmes que são exibidos neste formato. Recomendo vivamente aos apreciadores do digital. Clicando na imagem têm acesso ao site oficial do filme.
Grande falha da minha parte, foi não ter ainda lido o épico original... Sem comentários...

Para terminar e a saber, a IDW publicou em Outubro uma mini-série de quatro números dedicada a Beowulf. Um bom complemento em Banda Desenhada para esta adaptação cinematográfica. Boas leituras!



Mauro Bex : maurobindo

4 comentários:

_Loot_ disse...

Se tudo correr bem vou vê-lo amanha :D

maurobindo disse...

Eu gostei bastante. Se puderes vê em 3D, que é bem mais interessante.

_Loot_ disse...

Não achei nada de extraordinário, mas valeu a pena pela experiência.

onde viste também passaram um vídeo dos U2 antes do filme? Em que parece que o Bono nos vai fazer uma festinha na cabeça?

maurobindo disse...

Hehe! Não vi isso, não. Fui ao alvaláxia e o que por lá passou antes foi uma bestialidade pré-histórica que parecia que nos ia comer a todos.

Quanto ao filme, fiquei com a mesma sensação que descreveste no teu blogue, em que o Beowulf mais parecia o Leónidas do "300". As pausas nas falas e tudo... Visualmente funciona super bem, mas a nível de enredo parece que a adaptação não foi 100% conseguida. Ficou a sensação de que se podia ter feito mais.