quarta-feira, outubro 18, 2006

Exposição: RUI PAES no Teatro Nacional de S. Carlos

Rui Paes, um dos ilustradores portugueses mais conceituados da actualidade, tem os seus originais de "Pipas de Massa" expostos no Teatro São Carlos em Lisboa. A temática tem a ver com o último livro da diva da pop Madonna, "Lotsa de Casha", no seu original. Madonna tem no seu currículo vários livros para crianças, sendo este na minha opinião, o que está mais bem ilustrado, pois o trabalho de Rui Paes possui enorme qualidade. Se têm dúvidas, passem por uma livraria e aproveitem para desfolhar e apreciar esta obra.
Segue uma breve descrição sobre o evento, em baixo.


Os desenhos originais de Lotsa de Casha – Pipas de Massa na tradução portuguesa, vão estar a partir de hoje em exposição no foyer do Teatro Nacional de S. Carlos. A exposição estará aberta ao público até 26 de Outubro. Entre as 13h00 e as 19h00, os portugueses poderão apreciar as aguarelas originais que ilustraram o trabalho que o público de mais de uma centena de países conheceu. «Pipas de Massa» (Dom Quixote, 2005) foi o quinto livro de uma série de cinco histórias para crianças assinadas por Madonna, iniciada com As Rosas Inglesas em 2003. Cada uma das histórias contou com as ilustrações de um artista plástico diferente, escolhido expressamente para o efeito pela autora. «Pipas de Massa» teve em Portugal um lançamento internacional antecipado no dia 1 de Junho de 2005, Dia Mundial da Criança, justamente pelo facto de Rui Paes ser um artista português (nascido em Porto Amélia, hoje Pemba, Moçambique). Formado em pintura pela Escola de Belas Artes do Porto, tira o mestrado na disciplina no Royal College of Art de Londres, cidade onde vive e trabalha há vinte anos. No entanto, dadas as características da sua profissão, o carácter errante da sua vida é bastante acentuado, uma vez que, para além do trabalho de atelier, tem pintado murais e telas de grandes dimensões em casas e palácios de países tão variados como o Egipto e o Líbano, a Alemanha e a Noruega ou a Itália, onde esteve recentemente. A exposição que agora se apresenta ao público surge no contexto de uma colaboração entretanto iniciada com o Teatro Nacional de S. Carlos, entidade da qual partiu um convite para que Rui Paes ilustrasse um livro, com texto de Alice Vieira, no qual se conta a história do teatro a um público jovem, convite prontamente aceite. O artista estará presente durante toda a exposição.

in O Primeiro de Janeiro


Mauro Bex : maurobindo

2 comentários:

verbal disse...

Boa dica! Vou visitar a exposição, até porque tenho o "Pipas de Massa" autografado pelo autor, que é de facto um excelente artista e ver os originais traz outra dimensão aos desenhos.

maurobindo disse...

Tive a sorte de poder privar com o artista por largos minutos (4ª feira)e só vos conto, o Rui Paes é um "mister"! Para além da excelente e evidente qualidade do seu trabalho, o senhor é um grande conversador. Hoje volto lá para que ele me possa assinar o livro.

Não percam tamanha oportunidade!