quarta-feira, outubro 10, 2007

FIBDA´07


Está de regresso o maior Festival de Banda Desenhada do nosso país. O FIBDA´07 volta ao Fórum Luís de Camões para mais uma edição. Deixo-vos a notícia que saiu no Diário Digital, no dia 08 deste mês. Para mais informações, visitem o site oficial, que é o que de mais actualizado se pode encontrar. Lá podem consultar os concorrentes para as várias categorias de prémios, as exposições patentes e os autores presentes, entre muitas outras coisas.


BD: Festival da Amadora atinge a maioridade

O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora (FIBDA) atinge este ano a maioridade, com a 18ª edição a prestar homenagem a Uderzo, o criador de Astérix, e recordar as dez melhores BD do século XX.

O FIBDA arranca no dia 19 de Outubro, com o núcleo central localizado, pelo segundo ano consecutivo, no Fórum Luís de Camões, na Brandoa, um espaço com cerca de 3.500 metros quadrados onde ficará a maioria das exposições deste ano.
Entre as exposições, destaque para a que «traça a história da banda desenhada do século XX», como referiu hoje o director do FIBDA, Nelson Dona, em conferência de imprensa, já que serão revelados originais desde «Little Nemo», de Winsor MacCay, até «Maus», de Art Spiegelman.
A partir de um projecto do FIBDA de 2004, que elegeu as cem bandas desenhadas do século XX, esta mostra escolhe as dez mais votadas dessa eleição, representativas da nona arte, sendo elas Little Nemo, Krazy Kat, Tintim, Batman, Spirit, Peanuts, Astérix, Blueberry, Corto Maltese e Maus.
O FIBDA, que decorre até 4 de Novembro, irá ainda assinalar os 80 anos de Uderzo, um dos criadores de Astérix, com a exposição «Astérix e seus amigos» e poderá trazer o autor a Portugal, embora a sua presença não esteja ainda confirmada.
O ilustrador francês Alain Corbel, a viver há uma década em Portugal, é o autor este ano em destaque no FIDBA, com uma exposição retrospectiva do seu trabalho, que incluirá originais de algumas das suas mais significativas obras.
Os originais do livro «Salazar, agora na hora da sua morte», com desenho de Miguel Rocha e argumento de João Paulo Cotrim, que em 2006 arrebatou os principais prémios de BD do FIBDA, estarão expostos nesta edição do festival.
Segundo Nelson Dona, o espaço dedicado o público infantil (FIBDA Júnior) será alargado, com a exposição de várias obras de BD e ilustração, entre as quais os originais dos premiados «Uma mesa é uma mesa», de Madalena Matoso, e «Pê de Pai», de Bernardo Carvalho.
Para maiores de 18 anos, o FIBDA 2007 contará com obras de Mattioli, Liberatore, Leone Frollo e Milo Manara, que marcará presença este ano na Amadora.
Haverá ainda exposições com as novas tendências da banda desenhada europeia e as novidades editoriais de autores portugueses, como Luís Louro, Rui Lacas e Álvaro.
Além do Fórum Luís de Camões, o FIBDA estende-se à Galeria Municipal Artur Bual, com uma retrospectiva do autor brasileiro Ziraldo, considerado um dos maiores nomes da BD da América Latina, e que estará presente em Portugal.
Teresa Lima, Prémio Nacional de Ilustração Infantil, verá a sua obra exposta na Casa Roque Gameiro.
Além de Ziraldo e Milo Manara, este ano o FIBDA convidou outros autores para as sempre concorridas sessões de autógrafos e lançamentos editoriais, como Xisto Valência, Lewis Trondheim, Warren Craghead e Danijel Zezelj.
Este é o segundo ano que o FIBDA, o mais importante festival português de banda desenhada, decorre no Fórum Luís de Camões, depois de ter passado por várias localizações temporárias.
O presidente da câmara da Amadora, Joaquim Raposo, garantiu hoje que o Fórum da Brandoa será a casa do FIBDA enquanto não for encontrada uma solução definitiva para o festival.
Essa solução poderá passar pela reconversão de uma das naves da fábrica Bombardier, na Amadora, num espaço polivalente para acolher não só eventos culturais como também desportivos, referiu Joaquim Raposo, aprazando para 2008 uma perspectiva de solução.

in Diário Digital / Lusa

Aproveito para agradecer ao Verbal, pois "fanei" o cartaz do FIBDA do blogue dele. Façam-lhe uma visita.


Mauro Bex : maurobindo

5 comentários:

_Loot_ disse...

Está quase, e em princípio lá estarei mais uma vez.

verbal disse...

escusas de agradecer, a informação bedefila é para se partilhar e espalhar!

maurobindo disse...

Concordo contigo, mas foi do teu blogue que veio a dita. Eu acho o cartaz um pouco infantil... Alguém concorda comigo? É que convinha contrariar o estereótipo de que BD é para crianças... Depois deparo-me com este cartaz, que é só do maior Festival de BD de Portugal.

Yôga disse...

BD Amadora :)

Fantástico! Um belo evento da Cidade Amadorense.

A Universidade de Yôga da Amadora, reconda a todos os seus alunos e amigos, que visitem esta bela exposição.

Levando-nos também à Infância, esta feira é para todos os adultos e crianças, juntando assim várias e várias gerações.

SwáSthya!

maurobindo disse...

Yôgins da Amadora, bem-vindos ao 9ª!

É um Festival que vale muito a pena visitar, pois é dos acontecimentos que mais projecção traz ao concelho da Amadora durante todo o ano.

Eu vou estar lá!

Só queria um cartaz mais adulto...