segunda-feira, maio 21, 2007

Novidades VIRGIN

Para terminar este breve rol de novidades de algumas editoras do mundo dos comics, concluo com a Virgin Comics, a mais jovem de todas e que tem mostrado uma evolução sólida, procurando novos histórias para abordar o universo desta indústria, centrando-se muito em temáticas da cultura indiana para o fazer. Essa é a principal aposta da marca de Sir Charles Branson, quanto a mim, uma verdadeira lufada de ar fresco para o mercado (principalmente) dos states, mas também para nós europeus, que tanto teimamos em acompanhar este vício.

Para o Verão são aguardados vários títulos, alguns deles estreias absolutas, outros virando-se mais para enredos já abordados ou ainda reedições em formato compactado, os famosos TPBs. Há ainda as séries habituais quase a completar um ano de existência, mas deixarei essas para outra ocasião.

Temos então "India Authentic: Ganesha", primeiro número de uma série que procura explorar algumas das divindades indianas, familiarizando-nos com estas figuras mitológicas tão importantes para a cultura hindu. Já estão na calha mais dois títulos, um sobre "Kalí" e outro sobre "Indra", #2 e #3 respectivamente.

Outra estreia é a de "Voodoo Child", saído directamente da mente de Nicolas Cage e Weston Cage (filho do actor), que nos transporta até Nova Orleães após a catástrofe provocada pelo furacão Katrina, fazendo ligações entre o passado, remetendo-nos às raízes africanas da região e seus cultos, sempre com um lado dark bem trabalhado e carregado de enigma e suspense.

Preparando o #3 e #4 números temos "Gamekeeper", ideia original de Guy Ritchie, conhecido principalmente por ter realizado "Lock, Stock and Two Smoking Barrels" e "Snatch" (não esquecer que Guy é marido de Madonna). Só tive ainda acesso ao #1, mas fiquei bastante entusiasmado com a história pois gira à volta de um sniper tchecheno com estranhas ligações ao passado, completamente isolado do mundo. Mas tanta calmaria não dura muito, isso vos garanto. Daqui a um ou dois meses sairá uma edição especial do #1 intitulada "Guy Ritchie´s Gamekeeper #1 Special Extended Collector´s Edition" com bastante material extra. Certamente valerá a pena.

Ainda numa onda mais militarista, mas fugindo para o campo do terror temos "Virulents", que é passado em 2001, durante a guerra no Afeganistão. Soldados dos E.U.A. e da Índia são obrigados a unir-se em luta por um inimigo comum, um destino bem pior do que a morte. Intenso, no mínimo. Esta é uma novidade com cerca de dois meses, mas recomendável.

Voltando à Índia, temos dois regressos, "Ramayan 3392 A.D. Reloaded #1" e "Sadhu - The Silent Ones #1", dando o primeiro continuidade à adaptação do épico "Ramayana", muito à volta de mitologia hindu e, o segundo, ainda sobre o militar inglês que durante o séc. XIX se alistou no exército de sua Majestade, acabando por se converter a uma vida despojada de bens, seguindo um caminho mais espiritualista.

Ao contrário do que é habitual nestas andanças, "SnakeWoman #0 - Special Edition" dá-nos a conhecer a prequela do enredo da série original, também da autoria de Shekhar Kapur, um dos visionários da Virgin. Com o mesmo nome e em Junho surgirá uma mini-série intitulada "SnakeWoman: The Tale of The Snake Charmer #1", provavelmente sobre as origens desta personagem e o porquê da estranha mudança na vida de uma mulher, que de repente percebe ter reencarnado uma deusa.

Para finalizar, alguns TPBs. Estão já disponíveis "The Sadhu Vol.1", "Dave Stewart’s Walk-In Vol. 1" e "Ramayan 3392 A.D Vol.1", compilando as respectivas histórias, estreando-se assim a Virgin nas compilações.

Para mais informações e imagens, cliquem aqui.
Até lá, boas leituras!



Mauro Bex : maurobindo

4 comentários:

_Loot_ disse...

Não sabia que o nicholas cage se andava a dedicar à nona arte.
Fiquei curioso em dar uma espreitadela a estes títulos.

maurobindo disse...

Não sei se sabes mas o homem adora comics. Além do mais, depois de ter interpretado o cabeça de fósforo (Ghost Rider) de certeza que teve mais possibilidades criativas na área. O resultado está à vista. Vou comprar o #1 de "Voodoo Child" e ver se realmente vale a pena. Depois digo coisas.

_Loot_ disse...

eu sei que ele adora comics, nomeadamente o Ghost Rider, até acho que tem uma tatuagem dele. Não sabia é que escrevia também :)
Fico à espera de notícias então, infelizmente não dá para ler tudo, eu só vejo o dinheiro voar quando se trata de BD.

maurobindo disse...

Eu sei o que isso é, pois invisto por mês bastantes €€ em BD. É o meu vício, o que hei-de fazer... Mas é um daqueles que é saudável.

Começo a perceber, por experiência própria, que por vezes, por muito que nos custe, temos de ser selectivos. E é realmente uma grande chatice termos de escolher, sabendo que muitas das vezes a aposta não foi a melhor. São os riscos dos bedéfilos inexperientes.